Podem ver as personagens aqui

Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

The Other Kaulitz Boy II - 10º capitulo

oláaa

desculpem não ter postado mais cedo =x

aqui fica um capitulo grande, para compensar xD

take care *


 

 

 

Ingrid – Arissa ama-te mais do que tudo no mundo. Ela venera-te e faria qualquer coisa para te ver feliz.
Sorri-lhe, um sorriso sincero e estridente.
Eu – Estou vos grato, Ingrid. – Beijei as suas mãos e testa.
Aragorn – Hey! – Ripostou, indo até nós.
Eu – Enciumado, caro Aragorn. – Dei uma leve pancada no seu ombro e segui para dentro de casa, para junto de Arissa, que repousava o corpo, coberto com o fino lençol e manta, na cama partilhada por mim e ela.
Tirei a madeixa de cabelo que lhe cobria o rosto como se fosse esculpido por anjos - Arissa...- sussurrei ao seu ouvido, a sua resposta foi virar-me as costas, como senão me quisesse encarar, como senão queria dar-me uma nova chance. Suspirei, deixei-a estar por um momento, dei dois passos, o espaço que separava a nossa cama do berço dos nossos pedaços de ouro, partes de nós, a prova mais profunda e verdadeira do que nos une. Acariciei a cabeça de cada um, Gustav acomudou-se ao sentir a minha mão em contacto com a sua mimosa pele, dei um beijo de boa noite em suas testas e despi-me ficando com as ceroulas e a túnica.
Deitei-me ao seu lado, e sabia perfeitamente que ainda não dormia, a sua respiração descompassada acusava-a. - Arissa...- coloquei a minha mão por cima da sua cintura, ela mexeu-se fazendo com que o meu braço volta-se a sair de volta dela - Ides ficar embuchada por muito tempo!?
Arissa- Achais que não tenho motivos ? - falava baixo, mas com a maior das convicção.
Eu- Acho que estais a exagerar. - virou o seu rosto para mim com tal rapidez que seus cabelos embateram contra os meus olhos, obrigando-os a fechar-se.
Arissa- Exagerar ? Vós não acreditais em nada do que vos digo, não levais nada em conta, não és o mesmo Bill que conheci, ou será que era mais uma das tuas caras ? - voltou a resignar-se à sua antiga posição.
Eu- Quem vos andou a meter isso na cabeça, Aragorn ?
Arissa- Aragorn, nada tem a ver com nosso casamento, já devias saber disso à muito. Melhor porque não ides a França pedir a opinião de Tom, já que sentis tanto a sua falta. Sabeis, às vezes penso que o que quereis mesmo é estar ao lado de Tom, que estais arrependido de estar aqui comigo. - esta ultima frase foi dita entre soluços e com uma verocidade, que me acertou como uma flecha, mal acabou de falar, a reacção de meu corpo foi obriga-la a encarar-me, colquei um braço ao lado da sua cabeça, conseguindo por assim as nossas faces frente a frente.
Eu- É isso que pensais ? É isso que vos tenho transmitido este tempo todo ?
Arissa- De verdade...
Eu- Achais que não vos transmito amor suficiente, que não me sacrifico o suficiente. Oh Arissa, se vós soubesses como vos amo, nem vos atrevias em pensar em tal coisa.
Arissa- Achais que eu não entrego o suficiente a esta relação ?
Eu- Não disse tal coisa, eu sinto que ainda me amais, tal como eu vos amo. Vós é que pareceis estar confusa.
Arissa- Eu não estou confusa, eu sei o que sinto.- colocou a sua mão sobre o meu rosto, limpei as lágrimas que ainda corriam do seu rosto.
Eu- Eu quero pedir desculpas, por hoje, por ter exagerado, por não compreender. Afinal eu já devia saber que vós sois capaz de perdoar tudo.- ela voltou a sorrir, causando assim efeito de arco-íris após uma violenta tempestade.
Arissa- Só não perdoou quando amor começa a faltar.
Eu- Então isso nunca irá acontecer.- beijei-a com devoção, tentando remediar todas as minhas palavras, todos os meus erros, todas as minhas infantelidades. As suas mãos percorriam o meu cabelo que caía para a frente, fazendo com que se desvia-se, agora sim podia-se sentir a entrega de dois corpos sedentos um pelo outro, à espera de demonstrações de carinho e amor.
Arissa- Amo-te...- foram as suas palavras que despertaram em mim um sorriso espontâneo.
Eu- Eu ainda vos amo mais.- disse antes de ela esmagar os meus lábios com os seus, fazendo com que as nossas línguas brincassem de novo. Desviei o seu cabelo dando passagem à minha boca para o seu pescoço. Com a mão direita, atravessava caminho pelas suas pernas, puxando a túnica para cima, os suspiros largados pelos grossos lábios dela extasiavam-me de uma tal maneira que sentia-me capaz de tudo pela aquela mulher.
Os seus esguios dedos desapertavam os cordões das ceroulas, as minhas estavam já em contacto com os seus fartos e firmes seios levando-a ao delirio.
As roupas que tapavam a nossa nudez depressa foram desaparecendo, deixando a nossa pele em contacto uma com a outra, sentindo as gotas de suor um do outro. Durante um beijo molhado, entrei nela como tantas outra vezes entrei, dando-lhe o prazer e amor e todos os dias tendia em declarar. Suspiros, gemidos, tremores e suores, era as consequências que o acto que estavamos a praticar deixavam, os nossos corpos encaixavam-se a uma velocidade estonteante, fazendo que atingissemos a plenitude praticamente ao mesmo tempo.
Os gritos foram abafados pela boca um do outro, deixando-me depois repousar em cima do seu peito, ouvindo o bater do coração que ia acalmando com o passar do tempo.
 

 [Arwen]


- Não! Mais para a direita! – Uma aia rabujava com as suas filhas. – Oh, vossa Alteza. – Curvou-se assim que me viu, obrigando as outras fazerem o mesmo gesto. – Em que posso ajudá-la?
Eu – Como estão os preparativos para o aniversário de Eric?
Ela sorriu, agarrando nas suas saias.
- Muito bem. Quase tudo preparado.
Eu- Optimo.- passei por ela, de novo a vénia é feita, passei a mão pelos lindos caracois loiros de uma das filhas da aia, fazia-me tanto lembrar Arissa e eu própria quando tinhamos a idade daquela frágil criança.
- Majestade.- um pagem curvou-se perante mim, retirando o chapéu e levando-o a baixo do ventre.
Eu- Deseja alguma coisa ?
 

publicado por elly-ana às 19:57

editado por Ritiik em 14/02/2010 às 20:28
link | comentar | favorito
9 comentários:
De a 25 de Janeiro de 2010
ow *.* confesso...pensei que ela fosse dizer uma coisa desse tipo ao rapaz mas...bem...estava com receio à mesma.. de qualquer forma ainda bem que eles já resolveram tudo e qe está tudo bem... e ainda por cima foram pela melhor maneira :') hihi :b
^^
@*
De Tété a 25 de Janeiro de 2010
Ainda bem que o Bill e a Arissa fizeram as pazes. Eles amam-se mesmo :D
Sera uma carta do pai, que o pagem vai entregar a Arwen?
Posta mais...

Beijos**
De Cαяσliiиα a 26 de Janeiro de 2010
Aiii, já tinha saudades da fic *.*
O Eric faz aninhos +____________________+
Quero mais! Vocês escrevem maravilhosamente bem ^^
=)
Beijos
De May a 26 de Janeiro de 2010
Quem é que chamou a Arwen ?!
mais;
Beijinho.
De KellysPimenta a 26 de Janeiro de 2010
opa estava a ver que eles nao iam fazer as pazes
opa o que o pagem queria com a arwen?
quero mais
beijinhos
De *Carolina* a 27 de Janeiro de 2010

Eu disse que ela o amava, nao disse? xD
Tambem era mais que obvio! xD
O que e que o pagem quer da Arwen?
MAIS!! *w*
Bjs*
De мєℓαηιє кαυℓιтz a 27 de Janeiro de 2010
Ainda bem que eles fizeram as pazes :)
O Eric vai fazer anos :D
Quantos faz? *w*
Quero mais fic please *----*
Bjo. <3
De a.nee a 7 de Fevereiro de 2010
Hey!!
Ah bom tava a ver que tinha de dar um par de estalos nas fronhas do bichinho, ele tava a ser estupido pah. É o pai dela, e apesar de tudo o que passaram no passado por causa dele, ele devia levar em conta o estado do rei e a maldade que a bruxa da rainha anda a espalhar por terras alemãs e francesas :/
A Arwen ta nervosa PAHAHAHAH é so um aniversario =D

mais estou a adorar

bjinhozz

 
De Anne a 10 de Fevereiro de 2010
Podes divulgar blog de fanfic Tokio Hotel, meu e de minha amiga?
http://fics-fanfic.blogspot.com/ (http://fics-fanfic.blogspot.com/)
Obrigada *----*

Comentar post

.mais sobre mim

 

Fics
Selling a Lie
The Other Kaulitz Boy I

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.